quarta-feira, 6 de abril de 2011

Campanha da Fraternidade 2011

video

Por Eloiza Marinho

"A criação geme em dores de parto" (Rm 8,22)!
É a Campanha da Fraternidade de 2011 que, com esse lema, nos propõe refletir sobre as consequências da ação humana sobre a natureza; as grandes ações que impactam o meio ambiente gerando dor e sofrimento para muitos, bem como as pequenas ações do nosso cotidiano que também contribuem para alterar essa realidade.

"Fraternidade e a Vida no Planeta", nos ajuda a tomarmos consciência dessa relação egoista, desamorosa que, historicamente, homens e mulheres vêm estabelecendo com o meio ambiente, explorando natureza e pessoas, roubando-lhes a vida em prol do acúmulo de riquezas nas mãos de pouquíssimos.

As consequências estão presentes em todos os aspectos e a CF/2011 aborda o aquecimento global e as mudanças climáticas, denunciando que "exigirão mais sacrifícios dos mais pobres e menos protegidos" e nos provocando: "Cruzar os braços diante de tal desafio significa irresponsabilidade tamanha para com as gerações futuras, pois ainda podemos fazer algo em prol da vida no planeta" (Texto base, p. 13).

E então, o que fazer?
Eu, você, nós...
Nos sentimos responsáveis, protagonistas, nesse processo, seja colaborando com a destruição ou na busca de alternativas para superação dos problemas?
Que atitudes, comportamentos, posturas, valores e práticas devem ser repensados e transformados, tendo a vida como referência no relacionamento com o meio ambiente?

Leonardo Boff, lembra em "Saber cuidar" (1999, p. 134) que "para cuidar do planeta precisamos todos passar por uma alfabetização ecológica e rever nossos hábitos de consumo. Importa desenvolver uma ética do cuidado".


"A criação geme em dores de parto" (Rm 8,22)!

E nós, homens e mulheres de todas as idades, também obras dessa criação e imagens e semelhanças do Criador, somos vocacionados, desde a origem, a cuidar dela, somos hoje convocados a ouvir suas queixas, suas dores e cuidarmos como "resposa ao amor redentor de Deus", ajudando assim a garantir o "direito e a dignidade de vida das gerações futuras" (Texto Base, p. 111).


Nenhum comentário:

Postar um comentário